29 C
Cuiabá
segunda-feira, abril 19, 2021

VG adota novas medidas para o atendimento à saúde mental na pandemia

InformaMT

 

O município de Várzea Grande busca fortalecer, ampliar e melhorar a atenção psicossocial, principalmente agora com a pandemia do novo coronavírus e, para assegurar o atendimento à população, está adotando novas estratégias. Em todas as unidades o atendimento presencial é garantido, mas também é feito acompanhamento por telefone nas unidades de atendimento a adultos e criação de grupos de WhatsApp no Caps infanto-juvenil com os pais.

O secretário municipal de Saúde, Gonçalo Barros, afirmou que o município de Várzea Grande tem seu Plano Municipal de Atenção Psicossocial, principalmente em ações já traçadas e colocadas em prática, prevendo o impacto da pandemia que também afeta a saúde mental da nossa população.

“Diante de um novo panorama, de novas concepções, a realidade que estamos vivenciando, nos levou a adotar novas formas de atendimento, estamos adaptando e melhorando o atendimento dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) da nossa cidade para assegurar a assistência às pessoas que sofrem com transtornos mentais ou em uso problemático de álcool e drogas. Na Unidade Álcool e Drogas temos o atendimento estendido, que funciona, após o expediente normal, das 18h às 21h e estamos estudando para este ano implantarmos o atendimento integral ao usuário que demanda cuidado intensivo, decorrente do momento de crise ou em uso abusivo e problemático de substâncias psicoativas. São estudos já em andamento e praticáveis, uma vez que já temos unidades de Pronto Atendimento que acolhem estes pacientes”, explicou o secretário.

Como explica a coordenadora da área técnica de Saúde Mental e Assistente Social, Soraya Miter Simon, os profissionais dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) com sua criatividades adotaram novos meios para assegurar a assistência às pessoas que sofrem com transtornos mentais ou que são dependentes em uso de álcool e drogas, também em 2020 fizeram capacitação, pela FIOCRUZ Brasília, para atuação em saúde mental em tempos de pandemia, COVID-19.

O Plano Municipal de Atenção Psicossocial para este ano visa ampliar e implementar a rede de saúde mental nos três níveis de atenção, pois com o impacto da pandemia na saúde mental da população, exige-se ações diversificadas. “No entanto, inicialmente iremos ampliar o atendimento dos nossos dois CAPS, em 24 horas, podendo além do atendimento dia, realizar o acolhimento noturno, para as pessoas em situação de crise, ou que necessitam permanecer em observação e cuidado integral. Também implantaremos uma Unidade de Acolhimento Adulto (UAA) que destina-se ao acolhimento de pessoas que estão em situação de rua, durante o seu tratamento em um dos Centros de Atenção Psicossocial para adultos, é um serviço residencial transitório e tem como objetivo o apoio e a reinserção social, além de mais leitos no Hospital e Pronto Socorro”, explica Soraya, dizendo ainda que são ações que serão aplicadas no decorrer deste ano.

“No auge da primeira onda da pandemia, os atendimentos foram reforçados com o serviço do plantão psicológico, onde foi disponibilizado para a população e pacientes telefone 0800. Voltamos a atender de forma presencial, obedecendo e respeitando todas as regras sanitárias de distanciamento social, com agendamentos para as pessoas que já são usuários dos serviços e demanda espontânea para aqueles que buscam pelo primeiro atendimento. Atendemos crianças e jovens de forma presencial, mas adotamos o acompanhamento do tratamento por grupo de WhatsApp, onde nossos profissionais orientam os pais e acompanham a evolução do tratamento. Para aqueles usuários que abandonam o tratamento, nossa equipe multidisciplinar vai ao seu encontro, e o atende novamente, dando opção de acompanhá-lo por telefone, porque são pessoas com possibilidades grandes de se recuperarem e serem reinseridas na sociedade, garantindo seus direitos”, afirma Soraya.

Como explica ainda Soraya, os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) são unidades especializadas em saúde mental para tratamento e reinserção social de pessoas com transtorno mental grave e persistente, bem como em uso problemático de álcool e outras drogas. Os centros oferecem um atendimento interdisciplinar, composto por uma equipe que reúne, assistentes sociais, psicólogos, psiquiatras, clínico geral, enfermeiros, entre outros especialistas, ou seja, seguem a lógica do atendimento aberto, voltado para atenção em rede e desenvolvendo atividades terapêuticas que tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos usuários e seus familiares. Outro objetivo importante é romper com os preconceitos existentes e promover a autonomia e protagonismo das pessoas com transtornos mentais graves.

Atualmente a Rede de Serviços Especializados, da Atenção Secundária, é composta por 4 unidades que integram a Rede SUS de Várzea Grande na Atenção Psicossocial, são elas:

– CAPS 2 de Várzea Grande:

– Oferece tratamento para pessoas com idade a partir de 18 anos, com transtornos mentais graves. Fica situado na rua Fenelon Muller, 608 – bairro centro – Várzea Grande.

Fones: 3688 – 3112 celular funcional 98459-4676.

Horário de atendimento: 7h às 17h (exceto finais de semana e feriados).

 

– CAPS AD de Várzea Grande:

– Tratamento para pessoas com idade a partir de 18 anos, em uso e abuso de álcool e outras drogas.

– Endereço: Av. Castelo Branco, 2.333 – Jardim Imperador – Várzea Grande

– Fones: 3688 – 3045 Celular Funcional 98404-9468

– Horário de atendimento: 7h às 17h

– Terceiro Turno: 18h às 21h.

 

-CAPS Infanto Juvenil:

– Tratamento para crianças e adolescentes com idade abaixo de 18 anos, que apresentem transtornos mentais graves ou uso de álcool e outras drogas.

– Endereço: rua Presidente Prudente de Moraes, 1130 – Bairro Ipase

– Fones: 3688-3046 ou Celular Funcional 98464-6511

 

– Consultório na Rua

– Atendimento itinerante para pessoas em situação de rua

– Horário de atendimento: segunda a quinta-feira – 19h às 23h

– Celular funcional: 98476-6419.

 

 

 

InformaMT/NewsCuiabá

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE

NOTÍCIAS

Leia mais notícias