16 C
Cuiabá
quinta-feira, julho 29, 2021

Risco de incêndios durante a colheita devido à estiagem coloca produtores em alerta em MT

InformaMT

O período da colheita do milho em Mato Grosso acontece juntamente à época de estiagem da região, o que coloca produtores rurais em alerta.

Em 2020, o estado viveu uma das maiores secas dos últimos anos, contabilizando 3,96 milhões de hectares incendiados em imóveis rurais, segundo estudo do Instituto Centro de Vida (ICV).

Segundo o coordenador do curso de Agronomia da Universidade de Cuiabá (Unic), Lázaro Manoel de Camargo, o risco de queimadas durante a operação acontece devido à combinação do calor excessivo, falta de chuvas, baixa umidade relativa do ar e a temperatura do próprio maquinário.

O professor ressalta que, em casos de acidentes, é muito provável que as chamas se alastrem com facilidade, fazendo com que a produção seja perdida, podendo até atingir o que já foi colhido.

Ele indica também que a equipe mantenha equipamentos para combate do fogo de pequeno porte como abafadores e mochila costal anti-incêndio.

Orientações:

  • – Verifique a direção do vento e colha na direção contrária;
  • – Mantenha reservatórios com água nas proximidades;
  • – Evite colher em horários em que o sol está mais forte (das 10h às 15h);
  • – Lembre-se e respeite a regra dos 30: Não colher com a temperatura acima dos 30°C, ou com ventos em velocidade acima dos 30 km/h, e umidade do ar abaixo dos 30%;
  • – Oriente e mantenha a equipe de campo equipada, incluindo a posse de GPS;
  • – Faça aceiros de emergência;
  • – Incorpore a palha do milho ao solo logo após a colheita, pois isso evita que o fogo se alastre;
  • – Se o maquinário superaquecer, retire as palhas próximas e faça o resfriamento para evitar faíscas;
  • – Ao identificar focos de incêndios, ligue para o Corpo de Bombeiros pelo 193.

 

InformaMT/G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE

NOTÍCIAS

Leia mais notícias