24 C
Cuiabá
terça-feira, maio 11, 2021

Moradores reclamam da falta de ônibus na região do Santa Bárbara

InformaMT

Moradores do residencial Santa Bárbara, no bairro Jardim Maringá III, em Várzea Grande, reclamam que a União Transportes retirou a linha 653, que passava em frente o residencial, o que está deixando moradores em situação complicada.

Segundo os moradores, substituíram a 653, para a linha 22, sentido Cuiabá. A reclamação dos moradores é justamente sobre muitos ônibus sentido Cuiabá que estão circulando vazios – e que não ajuda muito os moradores que trabalham em Várzea Grande.

Moradores reclamaram ao VGN, do tempo de espera e a distância para pegar outra linha sentido Terminal André Maggi. A moradora do Santa Bárbara, Josiane Silva, relatou que a linha foi cortada sem avisar ninguém – e que no mesmo dia precisou “improvisar” uma maneira de ir embora, já que o ônibus não passou no terminal.

“Achei muita falta de respeito com os usuários do transporte público. Primeiro porque eles não avisaram ninguém que não iriam passar, gerando preocupação para quem ia trabalhar naquela hora. Eu mesma tive que improvisar para conseguir vir embora, imagina quem ficou no terminal na espera do ônibus que não passou. Não é todo mundo que tem condição financeira para se locomover até sua casa, sem precisar do transporte público”, reclamou.

Outros moradores contam que pegaram a linha sentido carrapicho e tiveram que descer próximo a ponte, entre Várzea Grande e Cuiabá, já que o ônibus não passava na região do Santa Bárbara. Eles contaram que atravessaram a região a pé e no escuro com pouca movimentação de pessoas. “Foi ruim demais passar pelas aquelas ruas escuras e sem movimentação de pessoas, além de estarmos cansados e entre a maioria mulheres, o trajeto ainda era longo até o residencial”, relatou à moradora.

José Rodrigues, que também é morador do residencial, reclamou ao VGN, que os únicos privilegiados com o ponto de ônibus em frente ao condomínio, são apenas os trabalhadores de Cuiabá que tem a linha 22 passando toda hora vazio, na região.

O VGN fez um levantamento e cerca de 30 pessoas utilizam a linha 653, no horário entre as 06 às 06h30min, sentido Terminal André Maggi.

Outro lado – Ao VGN, a União Transporte explicou que a linha 653 demorava mais de hora para chegar ao terminal. Em decorrência desta demora, a empresa decidiu retirar a linha 653 e colocar a 22 que é intermunicipal, para que os moradores do residencial façam integração com as linhas que passam pela avenida da FEB.

Ainda, segundo a União Transportes, os passageiros podem descer no Cristo Rei e fazer integração com a linha 651 – ou podem descer na FEB e integrar com qualquer outra linha intermunicipal, sentido terminal. Para a empresa, os moradores terão têm mais opção de transporte público.

 

 

InformaMT/VGNoticias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE

NOTÍCIAS

Leia mais notícias