25 C
Cuiabá
quinta-feira, junho 24, 2021

Emanuel diz que Abílio e Medeiros usam da ‘fragilidade’ das pessoas em busca de votos

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) rechaçou as ameaças feitas pelo vereador e candidato a prefeito de Cuiabá, Abilio Junior (PODE) e do deputado federal, candidato a senador, José Medeiros (PODE), de pedidos de cassação. Segundo o atual prefeito, que é candidato a reeleição, as acusações dos dois são “eleitoreiras, baixas e sem embasamento técnico”.

“Eles estão usando da fragilidade das pessoas para tentar angariar votos em cima da pior crise sanitária que a capital já vivenciou”, afirmou o prefeito, por meio de nota. Abilio e José Medeiros, durante uma live realizada na última sexta-feira (23), afirmaram que iriam pedira cassação de Pinheiro e também de José Carlos do Pátio (SD), prefeito de Rondonópolis, por “improbidade administrativa durante o período da pandemia do novo coronavirus”.

Emanuel afirmou que o decreto municipal sobre as medidas adotadas para  o enfrentamento da covid “foi criado juntamente com o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, com base em estudos do Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde”.

Também disse que a redução da frota de transporte coletivo, criticada pelos candidatos do Podemos, foi uma medida adotada não somente em Cuiabá, mas, em São Paulo, Florianópolis, Belo Horizonte e outras cidades.

“Quanto ao fechamento do comércio, o mundo inteiro adotou a mesma medida. O que evitou uma tragédia maior. Cuiabá foi preparada para enfrentar um vírus desconhecido, enquanto o vereador brincou com a doença,  andando inclusive com uma sacola no rosto em lugares públicos”, completou o prefeito.

“Além da diminuição da frota de transporte público, também foi decretado a suspensão das aulas, suspensão de eventos,  shoppings, bares, restaurantes, enfim, várias providências duras, mas necessárias, de acordo com as recomendações da OMS”, disse Pinheiro.

O prefeito reiterou que transformou o antigo Pronto Socorro em Hospital Referência Covid, e que no total foram 135 leitos de UTIs exclusivos para pacientes com Covid de todo estado de Mato Grosso.

“Com relação aos gastos citados pelos dois candidatos, a Prefeitura de Cuiabá disponibiza todas as informações sobre uso de recursos no Portal Transparência- “Transparência Coronavírus”. Além disso, para dar  transparência dos recursos recebidos e dos gastos efetuados no enfrentamento à covid, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso celebrou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Município”, finaliza a nota.

Fonte: Olhar Direto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE

NOTÍCIAS

Leia mais notícias