24 C
Cuiabá
quarta-feira, julho 6, 2022

Delegado do GCCO é afastado do cargo dois dias depois de fazer crítica ao MPE em MT

InformaMT

O delegado Flávio Stringueta, da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), foi afastado do cargo, nessa segunda-feira (1º), pela Diretoria Geral da Polícia Judiciária Civil. No último sábado (27), dois dias antes do afastamento, o delegado havia publicado um artigo de opinião pública em que criticava o Ministério Publico Estadual (MPE).

No artigo, o delegado criticava alguns benefícios dos promotores, como auxílio moradia, e cita o receberia a compra de 400 celulares com tecnologia de ponta avaliados em R$ 2,2 milhões para promotores e procuradores do Ministério Público e Justiça de Mato Grosso.

O MPE informou ao G1 que não irá se pronunciar.

No domingo, a Diretoria Geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso emitiu uma nota esclarecendo que não compactua com as declarações de Flávio Henrique Stringueta.

“A Polícia Civil esclarece que o artigo e as matérias consequentemente repercutidas sobre a publicação refletem exclusivamente a manifestação pessoal do delegado e tais opiniões não expressam correlação com as ideias e valores da direção da Polícia Civil em relação ao Ministério Público Estadual e ao Judiciário mato-grossense”, diz trecho da nota.

Nesta segunda-feira (2), a Polícia Civil confirmou a saída do delegado do GCCO, mas informou que ainda não há confirmação de onde ele será realocado.

InformaMT/G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE

NOTÍCIAS

Leia mais notícias