24 C
Cuiabá
quarta-feira, julho 6, 2022

Sete homens são presos por formação de quadrilha, estelionato e tráfico de drogas em Cuiabá

InformaMT

Sete homens foram presos por formação de quadrilha, estelionato e tráfico de drogas, na tarde da última quinta-feira (11), no bairro Goiabeiras, em Cuiabá. Entre os suspeitos, está um policial militar.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, durante rondas de motocicleta, policiais identificaram um forte odor de entorpecentes em uma residência. Ao entrar no endereço, encontraram diversos computadores, 5 munições intactas e um pacote de droga.

Durante abordagem dos suspeitos, os PMs viram que um deles era policial militar.

Em seguida, os militares notaram que nos computadores havia vários dados de outras pessoas.

Após pesquisa, localizaram chips de aparelhos celulares, que foram apreendidos. Havia também um caderno com os chips, que foi encaminhado para a Polícia Civil para verificar o crime de estelionato.

Os 7 homens que estavam na residência foram presos e encaminhados para a delegacia.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), a respeito do policial militar que foi detido. Conforme nota, o servidor será exonerado do cargo comissionado que ocupava.

Além disso, a pasta esclarece que ele também era motorista, porém, não realizava atendimento para o secretário Alexandre Bustamante.

Veja a nota na íntegra:

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) esclarece que o motorista João Paulo Henrique Corrêa Duarte não realizava o atendimento do secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante. O servidor atendia as demandas administrativas desta secretaria.

O servidor é policial militar, cedido para a Sesp-MT e será exonerado do cargo comissionado que ocupava. Vale destacar ainda, que João Paulo responderá pelos crimes atribuídos a ele na esfera criminal e junto à Corregedoria da Polícia Militar, instituição a qual ele pertence.

InformaMT/Gazetadigital

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE

NOTÍCIAS

Leia mais notícias