26.1 C
Cuiabá
terça-feira, janeiro 18, 2022

Cesta básica tem reajuste de 13% este ano se comparado ao ano passado

InformaMT

A Cesta básica teve um reajuste de 13% em outubro deste ano se comparado ao mesmo período do ano passado, em Cuiabá. De acordo com o Instituto Mato-grossense de Economia e Agropecuária (Imea), a cesta básica custava em média R$ 575 em 2020 e, neste ano, o preço médio é de R$ 648.

Economistas apontam como causas desse aumento, o clima desfavorável as lavouras e as consequências da pandemia. De acordo com o economista Ernani de Souza, o aumento começou a partir de dezembro do ano passado.

“Como a cesta básica mede efetivamente o custo de vida, ela passou a ter os aumentos a partir de dezembro do ano passado”, contou.

Com os preços em alta, é preciso planejar bem cada ida ao mercado para evitar desperdícios. Outra dica importante é evitar na refeição alimentos com o mesmo valor nutritivo.

A consultora em economia doméstica Míriam Amaral cita como exemplo os legumes ricos em carboidratos. Se eles estiverem no prato, são desnecessários outros alimentos com essa mesma fonte de energia.

“Se eu tenho um carboidrato eu não preciso usar outro na refeição, então evita. Se eu comer o cará, não preciso do macarrão e nem do arroz”, explicou.

No caso do feijão é possível fazer com que os de grãos mais duros fiquem tão macios quanto o de maior preço. Se for cozinhar o feijão no outro dia, na noite anterior é preciso colocá-lo de molho.

Outra dica da consultora é saber o momento certo de ir às compras.

“Se for fazer a compra do mês, pegue os outros alimentos e toda semana compra os legumes, verduras e frutas. Você escolhe o mercado que está em promoção para poder fazer suas compras”, contou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE

NOTÍCIAS

Leia mais notícias